O esforço de uma comunidade para ajudar a alimentar e reforçar a renda de várias famílias no Assentamento Dom Thomas Balduíno em Formosa-Goiás, foi destruído com um simples gesto de desumanidade de um fazendeiro.

Uma horta comunitária que foi construída em um terreno de dois hectares, com suor e muito sacrifício pelos assentados, e na hora de colher os frutos da plantação, foram surpreendidos por uma invasão de gados. Segundo o relato de vários moradores ao redor do assentamento foi construído uma cerca elétrica que foi desligada para favorecer a ação dos animais, que sem piedade destruíram tudo.

Nós  temos  essa  horta coletiva  e ao  redor do  acampamento têm  uma  cerca elétrica, se desligar o  gado com certeza vai entrar, e foi o que aconteceu essa semana,  a nossa  horta  e fechada  mais  não  adianta, nós já  não  sabemos o que fazer  já pedimos para o funcionário da fazenda e não resolveu  nada, sabemos que  isso é  uma  forma de  pressionar para sairmos daqui só que  não  vai nos intimidar, vamos firme  na luta.” Relatou uma assentada.

 A produção é dividida entre o consumo próprio da comunidade e a comercialização em mercados locais.

Deixe seu Comentário


Jose Sebastião da costa - 03/08/2021 13h25
que maldade
Silvania Antunes ds Silva - 30/07/2021 08h02
Bom dia, isso quw aconteceu é uma afronta muito grande, por fomos pra através de um decreto de lei precisamos denunciar esse ato abusivo.
Edson - 30/07/2021 06h18
Covardia desse gado maldade contra as famílias do Dom Tomás , cadê a justiça para fazer os donos destas vacas ressarcir os prejuízos?