Leia na íntegra a sanção da lei que instituiu o dia 31 de outubro como dia da proclamação do evangelho.

LEI Nº 13.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2016

Institui o dia 31 de outubro como Dia Nacional da Proclamação do Evangelho e dá outras providências.

     A PRESIDENTA DA REPÚBLICA

     Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

     Art. 1º Fica instituído o dia 31 de outubro de cada ano como Dia Nacional da Proclamação do Evangelho.

     Art. 2º No dia 31 de outubro dar-se-á ampla divulgação à proclamação do Evangelho, sem qualquer discriminação de credo dentre igrejas cristãs.

     Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

     Brasília, 12 de janeiro de 2016;


DILMA ROUSSEFF

 

Publicação:

  • Diário Oficial da União - Seção 1 - 13/1/2016,

            A escolha da referida data, na visão de algumas vertentes religiosas, se  deu também para lembrar o movimento da reforma protestante, iniciada em 31 de outubro de 1517, “quando o alemão Martinho Lutero fixou suas 95 teses na porta da igreja do castelo de Wittenberg.

No entanto, devemos ressaltar que a lei não faz  qualquer referencia a seguimento religioso.

Reiterando citação: “Art. 2º No dia 31 de outubro dar-se-á ampla divulgação à proclamação do Evangelho, sem qualquer discriminação de credo dentre igrejas cristãs.”

Mesmo não havendo ampla divulgação logo após a sua publicação em 13/01/2016, é louvável a consideração aplicada a esta Data “Dia da Proclamação do evangelho. Afinal trata-se de um instrumento de imensurável valor para os cristãos brasileiros.  Mantê-la sem ampla divulgação seria semelhante ao que diz a passagem bíblica em  Lucas 8,16-18, Jesus fala para todas as pessoas que o seguem: “Ninguém acende uma lâmpada e a cobre com um vaso ou a põe debaixo da cama; mas a põe sobre um candeeiro, para iluminar os que entram” .  

 Estamos nos aproximando do quarto aniversário deste Instrumento de Aclamação na vida dos Cristãos do Brasil inteiro. Tempo que, mesmo diante das dificuldades que o país vem enfrentando em  razão da pandemia, a data  deverá inspirar os fieis ao louvor e divulgação da “Palavra” em grande estilo, usando as redes sociais para expressar o amor e respeito  a carta Magna do Cristão.

Por Zilma de Melo

Jornalista

 

Deixe seu Comentário